Mensagens

Mensagem em texto

EU SOU UMA IGREJA VIVA

Tema: EVANGELIZAÇÃO
Rev. Gilmar
Segunda Igreja Presbiteriana do Brasil em Pirapora 9698 Clique(s) 9 mensagens 151 Voto(s)

“Eu sou uma igreja viva”


 “Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (I Co 3. 16). “Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo” (I Co 6. 19-20).


             A frase à qual dá o título a esta reflexão não é minha. Ouvi de dona Maria do Carmo, uma senhora de 78 anos que está plantando uma igreja onde mora. Essa verdade, “Eu sou uma igreja viva”, nos enseja preciosas lições: 


I – Somos santuário de Deus (II Co 6. 16)


            Essa é a nossa condição e o nosso lugar em relação a Deus. Não podemos negligenciar essa verdade! Somos o próprio templo. Nós, os remidos e lavados no sangue do Cordeiro. Portanto, pertencemos a Deus. Somos o próprio templo, e não as imediações do templo. Por isso, por termos Deus habitando em nós, não somos controlados pela natureza pecaminosa, e sim, pelo Espírito Santo de Deus que em nós habita (Rm 8. 9).


II – Não pertencemos a este mundo (I Co 6. 19c, 20ª)


            É importante trazer à memória a obra da salvação descrita por Paulo em Efésios 1. 3-14, onde o Deus Trino executou cabalmente sua obra em nós, quando nos elegeu (3-6), nos redimiu (7-12) e passou a habitar em nós (13-14). Por isso, fomos libertos da escravidão do pecado (Rm 6. 6, 14, 18), para vivermos em novidade de vida (Rm 6. 4), glorificando a Deus em nosso corpo (I Co 6. 20b). 


III – Devemos honrar a Deus com nossas vidas (I Co 6. 20)


            A conclusão é muito lógica: “Eu sou uma igreja viva”! O apóstolo Paulo disse que toda a nossa vida é para a glória de Deus (I Co 10. 31-33). Portanto, devemos proclamar as virtudes de Cristo (I Pe 2. 9-10), como um povo santo, sem ruga e sem mácula (Ef 5. 27).


            Assim, cada vida que alcançamos; cada alma que é salva por meio do nosso testemunho, é um reflexo de que somos verdadeiramente “uma igreja viva”.


            Que o Senhor nos ajude a sermos verdadeiros templos de habitação dEle!


SOLI DEO GLÓRIA!


 

Compartilhar

Avaliação: 5.8/10 (5 votos)

Desenvolvido por